Ata de 26 de Março de 2011

26/03/2011

A Assembleia iniciou-se às 10:30h em segunda chamada com aproximadamente 30 pessoas. O presidente da Associação, Nilton Lemos Ferreira, apresentou a pauta, que sofreu complementações a pedido dos participantes. Prosseguiu-se apresentando os informes de ordem geral e a relação das ações realizadas durante a gestão 2010/2011:

  • Calçamento de trechos da Rua dos Ipês Amarelos, trecho da Rua das Bougainvileas, Rua das Palmeiras.
  • Negociações com o escritório de Advocacia que atende à Associação, visando diminuir custo mensal.
  • Interlocução com a CEMIG e Secretaria de Obras com promessas de investimentos no Bairro.
  • Aumento das contribuições mensais para que não haja interrupções no calçamento,
  • Dispensa da terceirização do pessoal das portarias, passando a Associação a administrar esta parte, o que trouxe economia significativa após 6 meses.

No quesito melhorias a serem executadas pela CEMIG, vários pedidos de esclarecimentos foram feitos. Nilton relatou o encontro dos funcionários da Concessionária com os moradores , quando houve apresentação de cronograma do empreendimento, ações a serem implementadas até o fim de 2011.

A moradora Margareth contribuiu com a observação: no caso da poda de árvores atrapalhando a rede de distribuição, basta ligar para a CEMIG que será prontamente atendido. A futura moradora Dalma se queixou da lentidão para a colocação de postes na sua rua, sem a qual não pode começar a obra de sua casa. Já ligou até para ANEEL.

Quando o assunto foi o calçamento, Roberto Lott pediu informações sobre os cuidados com a captação de águas pluviais, alertando para o potencial de destruição da enxurrada mal direcionada. Vilaça alertou para a necessidade de um projeto de manutenção dos trechos já executados.

Passando para a prestação de contas, Alexsandro solicitou inúmeros esclarecimentos. Roney explicou, por exemplo, que as ligações para celulares são muito frequentes por imposição do trabalho e orientações à distância. Nilton propôs continuar os detalhamentos após a Assembleia, mas tal proposta não foi aceita e Regina, do Conselho Fiscal, lançou mão da prestação detalhada, o que prolongou a explanação da prestação de contas por mais tempo que o previsto. Alexsandro ainda não satisfeito provocou algumas sugestões de outros associados. Vilaça então propôs uma solução técnica, a ser avaliada, para redução da conta telefônica, sendo uma das alternativas a introdução do sistema da Nextel. Sugestão anotada para se posta em prática. Nilton prosseguiu, dizendo que as planilhas podem ser mais detalhadas no site, mas para isto há um custo a ser discutido. Vilaça voltou à sugestão: as pessoas com dúvidas poderiam se dirigir à Associação para estudar a contabilidade, nas planilhas e com auxílio das notas fiscais constantes dos balancetes mensais disponíveis ao público. Vanderlei sugeriu a divulgação impressa dos balancetes uma semana antes da Assembleia para esclarecimentos prévios aos associados em dúvida.

Nilton passou a relatar as vantagens da internalização da administração das portarias.Roberto Lott se preocupou coma possibilidade de problemas trabalhistas futuros. Nilton esclareceu que quando terceirizávamos os serviços de portaria, éramos também co-responsáveis, o que não reduz em nada os riscos com problemas trabalhistas. Vânia quis saber se Raimundo porteiro foi mandado embora por causa da denúncia dosumiço do cachorro Tião da portaria I. Nilton esclareceu que a administração já havia detectado problemas anteriores com o funcionário, o que ocasionou a demissão. Roney retornou à prestação de contas,sugerindo destaque quando houvesse grande variação nos valores de qualquer item de despesa especificada no balancete mensal.Vinício sugeriu que Alexsandro, associado com muitas dúvidas, se incumbisse do controle das prestações de contas, já que é bom nisto, ao que Alexsandro respondeu: quem sabe o que é bom para ele é ele mesmo, ao mesmo tempo que solicitou à mesa que sua resposta fosse registrada em ata.A prestação de contas foi submetida à votação e aprovada pela maioria.

Avançou-se para a apresentação da chapa inscrita, única candidata ao próximo mandato.

Conselho Gestor

Pedro Serpa- Presidente
Maria Tereza Rodrigues- Vice Presidente

Gestores

Fábio Solca, Roney Bernardes, Beatriz Dantas, Maristela Guimarães, Silvéria Rodrigues Ferreira, Dalma Veiga, Edymar von Randow.

Conselho Fiscal

Ronaldo Mafra, José Vilaça, Cristina Cunha.

A chapa foi submetida à votação e eleita pela maioria, verificando-se 4 abstenções.

Em seguida foi empossada.

Sumiço do cachorro Tião da portaria I.

Nilton passou a sintetizar fatos ocorridos na semana anterior à Assembleia relativos às queixas dos moradores/associados que alimentavam amizade pelos cães sem dono que vagavam pela portaria I. Lembrou que nosso Regimento Interno exige do morador a posse responsável de seus cães. Em seguida explicou:

1-Denis foi demitido por ter respondido inadequadamente a um e-mail enviado pelo associado Rogério.
2-O porteiro Raimundo foi demitido, como relatado anteriormente, por outros motivos.
3-Foi dada a ordem de localizar o cão Tião, empreitada esta exitosa.

Questionado sobre o paradeiro do cão no instante da Assembleia, passou a pergunta para Vânia Borel que informou se encontrar o cão com Juarez Coelho, sob sua guarda provisória até que fosse encontrado um novo dono, já que ambos, Vânia e Juarez não se consideravam seus donos. Márcio Hamaceck se disse descontente com o atendimento do Conselho Gestor. Cristina respondeu que, de fato, ela subestimou o poder da emoção despertada pelo fato, em um grupo de moradores. Maristela se queixou do abandono recente de filhotes em sua chácara, o que lhe trouxe vários problemas domésticos. Em seguida, fez uma explanação do que é cuidar dos animais de maneira consciente e correta, pois já fora dona de canil em passado recente. Lamentou o fato de um grupo de moradores valorizarem demasiadamente o cuidado fortuito com os cães, em detrimento do cuidado com as pessoas. Comentou como a eficiência de um funcionário zeloso como o Denis, que trabalhou conosco nos últimos dez anos, pudesse ser ignorada por um fato isolado. Ao término da fala foi aplaudida. Edymar sugeriu Assembleia posterior para tratar deste tema por causa do adiantado da hora. Por haver ainda inscritos para falar, Nilton fez uma avaliação e limitou as inscrições em minutos. Rogério Fabel informou ser o autor do e-mail respondido pelo Denis, e que passou muita raiva, pois suas queixas tinham procedência. Eduardo Castanheira pediu que se encerrasse a discussão, pois amigos de longa data estavam se machucando por causa de cães sem dono. Afirmou que estávamos ultrapassando os limites, alterando os valores. A assembléia se encerrou sem que a chapa eleita apresentasse seu plano de gestão, ficando registrado apenas que vai elaborar a lista de atribuições do Gerente.

Palmas e confraternização geral sucederam o evento, encerrado às 13:10h

Permalink